Seguidores

segunda-feira, 19 de abril de 2010

H1N1 - Anvisa reduz validade de vacina


Anvisa reduz validade de vacina de um laboratório contra nova gripe


Ministério adia vacinação contra gripe sazonal de idosos em 3 regiões
http://g1.globo.com/especiais/virus-a-h1n1/noticia/2010/04/anvisa-reduz-validade-de-vacina-de-um-laboratorio-contra-nova-gripe.html

19/04/2010 - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reduziu a validade da vacina contra a nova gripe do laboratório GlaxoSmithKline Brasil de 18 para 6 meses, após decisão semelhante da Agência de Saúde do Canadá (Health Canada). O anúncio foi feito nesta segunda-feira (17) por Dirceu Barbano, um dos diretores da Anvisa.

De acordo com ele, todas as vacinas, aplicadas ou não, que o ministério recebeu da fabricante – cerca de 30 milhões – estão dentro do novo prazo de validade. Outras 10 milhões de doses que o Brasil ainda vai receber também estarão no prazo. Barbano disse que a alteração não tem nenhuma relação com a qualidade da vacina.

“Essa alteração não tem nenhuma relação com a qualidade, eficácia ou segurança. [A questão é] A estabilidade e tempo o qual a vacina permanece estável depois de produzida”, disse.

Os resultados dos testes feitos pela agência canadense mostram que, no entanto, após os seis meses, as doses da GlaxoSmithKline são menos potentes. Segundo a nota de esclarecimento distribuída pela Anvisa, uma vacina vencida “pode reduzir em até 50% a capacidade do organismo de produzir anticorpos e gerar imunidade contra o vírus da gripe H1N1.”

Barbano afirmou que países estão fazendo testes de estabilidade em doses de outros fabricantes locais para verificar se é necessário mudar mais datas de validade.

O Ministério da Saúde decidiu adiar o início da vacinação contra a gripe sazonal de idosos por conta de um atraso na entrega das doses por parte do Instituto Butantan. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (17). A campanha foi adiada do dia 24 de abril para o dia 8 de maio nas regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. Para as regiões Norte e Sul, o calendário fica inalterado.


No caso da nova gripe, os idosos só tomarão a vacina contra se tiverem alguma doença crônica. Este grupo pode tomar a dose contra o H1N1 neste sábado, mas, nas três regiões, terá que voltar ao posto de saúde a partir do dia 8 para tomar a vacina contra a gripe sazonal. O idoso com doença crônica tem a opção também de deixar para tomar as duas doses a partir do dia 8.

Apesar da insistência dos jornalistas, o secretário interino de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Moisés Goldbaum, e o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Eduardo Hage, não disseram o motivo alegado pelo instituto paulista para o atraso nas vacinas.

O G1 entrou em contato com assessoria de imprensa do Instituto Butantan e aguarda resposta.

Nova gripe

Segundo o ministério, até as 9h desta segunda 28,3 milhões de pessoas haviam se vacinado contra a nova gripe. As metas para trabalhadores de saúde (100%) e crianças entre seis meses e dois anos (86%) foram atingidas, de acordo com o órgão.

No entanto, somente 41% do público-alvo do “Dia D” de vacinação – jovens entre 20 e 29 anos – tomaram. A cobertura em grávidas está em 54%; em doentes crônicos, 56,2%. Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Gerson Penna, este último número deve aumentar com a vacinação de idosos.

Conheça meu canal de vídeos no YOUTUBE




www.amigosdebolso.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar e indicar o Apocalipse Now.