Seguidores

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O Aparecimento do Anticristo



O Aparecimento do Anticristo.

Quando analisamos cuidadosamente as Escrituras, logo percebemos que, o número seis, aparece pela primeira vez no sexto dia da criação. E nesse dia foram criadas duas espécies de seres por Deus, animais (bestas) e o homem. Gen. 1:24-28. E conforme o versículo 28, Deus ordenou que todo o reino animal fosse sujeito ao homem. Isso aconteceu, como já foi dito, no sexto dia. O sétimo dia foi o primeiro da existência do homem, em que ele descansou com e em seu Deus. De modo que, o primeiro dia da existência humana foi um dia de descanso. Mas foi uma besta, usada como um médium, que Satanás utilizou para arrancar do homem o domínio sobre a criação, para destruir sua maravilhosa comunhão com Deus. “... a serpente, mais sagaz que todas as bestas do campo“, Gen. 3:1.

Apesar da besta não ter espírito, sendo muito inferior aos homens, aos poucos a maneira animalesca começou a dominar os homens, e por conseguinte o homem foi derrubado pelo inferior, pela besta. Essa decadência vai até ao modo de pensar dos homens. Com razão, se diz a respeito da errônea teoria da evolução: “O homem prefere ser um macaco refinado, do que um Adão decaído.“
O primeiro homem deixou-se enganar pelo animal.
Observe o erro catastrófico, que com isso ele orientou-se para trás, para baixo! Quando observamos a forma do homem, sabemos exatamente que no ponto mais alto, e na frente, encontram-se todos os instrumentos de orientação; os olhos, boca, nariz e ouvidos, que Deus lhe deu. Por isso, a queda no pecado foi uma verdadeira queda até ao nível animalesco. O objetivo de Deus era e é que cheguemos à posição em que ele está, ao número sete. Deus descansou no sétimo dia.
Na carta Hebreus está escrito: “Portanto, resta um repouso para o povo de Deus“. Heb. 4.9. O homem só consegue alcançar o 6 como posição mais elevada; mas a posição verdadeira é o 7, descanso com e em Deus. Só Jesus pode dar. Mat. 11:28-29.

O ARREBATAMENTO REVELARÁ

“E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; e então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo resplendor da sua vinda”. II Tes. 2:6-8.

O arrebatamento trará não somente a revelação de Jesus Cristo, mas também a da Igreja de Jesus, e consequentemente a presença do anticristo. Então vamos ficar admirados, pois estarão juntos alguns que não esperávamos, e outros, que pensávamos que estavam salvos, faltarão! O arrebatamento será uma declaração sincronizada de inutilidade de todas as denominações. Agora pode ser muito importante para ti a que igreja, comunidade ou associação pertences. Mas na hora do arrebatamento, tudo isso desaparecerá. Então, somente uma questão será essencial: és membro do corpo de Jesus? Pois depois do arrebatamento todas as Denominações Evangélicas que restarem, elas estarão destituídas de sentido, porque a Igreja não existirá mais na terra. Então permanece somente a casca vazia, com alguns membros que nunca quiseram aceitar a verdade completa. Quem sabe agora alguns estejam se perguntando: porque tanta demora para o arrebatamento? A resposta é a seguinte: esperamos pela plenitude dentre os gentios! Um homem o determinará, ou seja, o último que se converter. Rom. 11:25b diz:

“... veio endurecimento em parte a Israel, até que haja entrado a plenitude dos gentios. “Mas existe ainda outro motivo porque o arrebatamento foi adiado até hoje. Em 2 Pedro 3.9 está escrito: “Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça,...“

Por isso a Igreja tem que permanecer ainda esperando da mesma maneira como Israel em tempos antigos, segundo a promessa de Deus a Abraão, teve que permanecer ainda por 400 anos no sofrimento do Egito, porque não se havia enchido ainda “a medida da iniquidade dos amorreus“. Gen. 15:16”.

“Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o dono da casa: se à tarde, se à meia-noite. se ao cantar do galo. se pela manhã; para que, vindo ele inesperadamente. não vos ache dormindo“. Mac. 13:35-36.

A Igreja tem que esperar até que esteja completa a medida dos pecados das nações, e até que o último salvo seja acrescentado à Igreja. Então o que o detém será tirado!
Quanto mais se aproxima o arrebatamento, tanto mais o Imitador de Deus tenta imitá-lo. Acontecem as coisas mais estranhas em nossa época. Satanás quer ser semelhante ao Todo-Poderoso. E levanta-se contra o arrebatamento nos campos religioso, tecnológico e intelectual. Agora vemos na terra uma crescente imitação satânica de unificação, através da fusão organizada da cristandade. Trata-se da vindoura igreja mundial organizada, que tenta engolir o organismo do corpo de Cristo; o Conselho Mundial de Igrejas. Na essência, o arrebatamento será a repentina viagem espacial de todos os verdadeiros filhos de Deus. Isso já foi predito há milênios. A imitação satânica consiste na tentativa, da humanidade de conquistar o espaço. De modo que, as viagens espaciais são do diabo. No Salmo 115.16 está escrito expressamente: “Os céus são os céus do Senhor, mas a terra deu-a ele aos filhos dos homens. “ As viagens espaciais, por mais piedosamente que sejam apresentadas e apesar dos astronautas orarem no espaço, são uma versão moderna da construção da torre de Babel, Gen. 11.

A PARTIDA DA IGREJA À SOMBRA DO ANTICRISTO

A Igreja de Jesus está de partida. Lemos em Hebreus:

“Na verdade, não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a que há de vir”. Heb. 13.14. Como Israel há milênios naquela noite de Pesach, encontramo-nos como Igreja hoje profeticamente na mesma situação. Naquela época o Egito foi duramente julgado, o Senhor disse:

“Porque naquela noite passarei pela terra do Egito, e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até aos animais; executarei juízo sobre todos os deuses do Egito: Eu sou o Senhor. O sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes: quando eu vir o sangue, passarei por vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito“. Exo. 12.12-13. Com relação a esse cordeiro, que foi morto, Ele instruiu seu povo: “Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis à pressa: é a páscoa do Senhor“ .
Naquele tempo, o povo de Israel devia escapar do juízo, sendo retirado dele pelo Senhor. Entre os egípcios e os israelitas havia o sangue da reconciliação. O povo de Israel estava separado radicalmente dos egípcios. Ele cria no Sangue da reconciliação! E nós, os crentes da Nova Aliança, cremos que o Cordeiro de Deus, o cumprimento daquilo que era representado pelos animais sacrificados, derramou seu sangue por nós na cruz do Gólgota! A fé no seu sangue reconciliador e a partida para ele são inseparáveis. Por isso devemos encontrar-nos nessa completa prontidão para a partida, para escapar deste mundo maduro para o juízo. Pois, como naquela época Israel, partindo do Egito foi ao encontro, do seu Deus, como está escrito: “E Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus“ Exo. 19.17. Nós seremos levados ao encontro do Senhor “nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor“. I Tes. 4.17.

TIPOS IMPORTANTES

Mas entre a prontidão para a partida e a partida definitiva, encontram-se os perigos mortais. Israel em tempos antigos partiu figuradamente do Egito à sombra ameaçadora de Faraó.
Faraó é um tipo do anticristo. É o que concluímos quando a Bíblia diz que:

“Sendo, pois, anunciado ao rei do Egito que o povo fugia, mudou-se o coração de Faraó e dos seus oficiais contra o povo e disseram: que é isto que fizemos, permitindo que Israel nos deixasse de servir? E aprontou Faraó o seu carro, e tomou consigo o seu povo, e tomou também seiscentos carros escolhidos e todos os carros do Egito com capitães sobre todos eles. Porque o Senhor endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, para que perseguisse os filhos de Israel; porém os filhos de Israel saíram afoitadamente; perseguiram-nos os egípcios, todos os cavalos e carros de Faraó, e os seus cavalarianos e o seu exército, e os alcançaram acampados junto ao mar, perto de Pi-Hairote, de fronte de Baal-Zefom. E, chegando Faraó, os filhos de Israel levantaram os olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então os filhos de Israel clamaram ao Senhor”. Exo. 14:5-10.

Esta era a situação de Israel naqueles dias, e é também a nossa hoje! A igreja de Jesus Cristo, partirá diante da presença do anticristo na terra, esperando o momento para reinar, perseguindo a igreja com os seus “seiscentos carros”, isto é, com todos os seus demônios (exército) tentando aprisionar os crentes (filhos de Israel) para que eles não saiam do Egito (mundo) e sejam escravizados. Crentes em Cristo Jesus!... Não se engane!... Todas as forças satânicas estão sendo usadas para impedir a nossa saída em busca da terra prometida. Nunca foi tão visível o número 666, como o vemos hoje. Nunca se viu tanta revolta contra as autoridades, tantas blasfêmias, e tanta apostasia, como vemos hoje! Isto revela que já se encontra em nosso meio a presença daquele que “se opõe e levanta contra tudo o que se chama deus ou se adora” II Tes. 2:4.

Os dias em que vivemos revelam, o esfriamento do amor ao próximo, a intensificação do desafeto do vandalismo e da promiscuidade. “Ora quando essas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima”. Luc. 21:28. a igreja partirá!... mesmo à sombra do anticristo.

SINAIS DA PRESENÇA DO ANTICRISTO

Não devemos deixar-nos envolver por especulações. Mas é um fato inegável que já é sentido no ar, a presença do anticristo. Pois o que é a anarquia, que toma conta de todo o mundo, a não ser o espírito do anticristo, o espírito do Rebelde? O que é a matança de pessoas em muitos países, dominados por ditaduras, a não ser o espírito do anticristo!? A derrubada das torres do World Trade Center, com milhares de mortos, a guerra do Iraque, por falsas afirmações de armas químicas, resultando na morte de milhares de inocentes. E por fim a deflagração total do terrorismo se espalhando por tantos países como vemos hoje? Quando ele passar então a agir pessoalmente, terá chegado o tempo do qual Daniel e nosso Senhor Jesus disseram que será tão terrível, como nenhum tempo anterior ou futuro, Dan. 12:1; Mat. 24:21.

O primeiro sinal que nos leva a crer que o anticristo já está entre nós, é o falso profetismo mundial com todas as suas variações, desde a teologia moderna, que prega que “Deus está morto“, até ao ensino de que a alma “dorme“ após a morte. Em nossos dias, esse falso profetismo grita cada vez mais alto. E continua crescendo em poder religioso.

O segundo sinal porque cremos que o anticristo já se encontra sobre a terra, é o falso sacerdócio mundial, o catolicismo, que apesar de perder em influência religiosa, ganha tanto mais poder político. Quanto ao objetivo, na essência o protestantismo e o catolicismo já são unidos, a igreja mundial unificada. Ultimamente a “teologia venenosa“ protestante, que nega o nascimento virginal, etc., é discutida e aceita de bom grado também por teólogos católicos. Por outro lado, a expressão “papado“ quase não é mais utilizada. Fala-se agora do “trono de S. Pedro“, para que seja aplainado o caminho para a unificação, ou o Ecumenismo.

O terceiro sinal, pelo qual cremos que o anticristo já se encontra entre nós, é porque o mundo clama cada vez mais intensamente por um governante mundial. O famoso historiador inglês, o falecido Mr. Toynbee, disse certa vez que como última saída via somente um governo mundial.

O quarto sinal porque cremos que o anticristo já está entre nós, é porque seu espírito torna-se cada vez mais perceptível. Quando olhamos em nossa volta, espiritualmente percebemos que não estamos a sós. O espírito do anticristo penetra de tal maneira neste mundo, que cada vez mais aumentam as perguntas: será que ele já está entre nós? E como já foi dito: a essência do seu caráter é rebelião, e esse espírito de rebelião penetra em todos os povos, comunidades, famílias, matrimônios, e volta-se também contra os servos de Deus. Paulo o descreve assim:

“O QUAL SE OPÕE E SE LEVANTA CONTRA TUDO QUE SE CHAMA DEUS, OU SE ADORA“ 2 Tes. 2.4.

O quinto sinal porque cremos que o anticristo já vive, é a intensificação das perseguições anti-semita. Da segunda guerra mundial até agora elas tem aumentado intensamente. Hitler foi um dos últimos precursores do anticristo. Existem até pessoas, que crêem que ele foi o anticristo. Não podemos concordar com essa opinião, mas devemos admitir que Hitler, como ninguém antes dele, foi semelhante ao anticristo em seu caráter e poder, com relação ao seu domínio sobre as massas; o falso profeta Goebbels, e porque assassinou mais judeus do que todos os anti-semitas anteriores juntos. Além disso, durante algum tempo ninguém podia guerrear contra ele, o que concordaria com Apo. 13.4. Ele era também um forte médium espírita. Na Alemanha havia muitas pessoas que adoravam a imagem do “Führer“, Apo. 13:15. Mas depois de doze anos, Deus lhe tirou o poder. Quando a besta assumir o domínio, os contrastes políticos, ideológicos, racistas e culturais serão então deixados de lado. Os lidere do organismo que será formado pela besta em todo o mundo, serão unidos em seu ódio contra o Cordeiro, contra o povo de Israel; contra o povo em que o Cordeiro alcançou sua vitória, e a terra em que Jesus voltará. A sinistra unidade política, gritará: “um povo, um reino, um “Führer“.

O sexto sinal pelo qual cremos que o anticristo já está entre nós, é o mais doloroso e terrível: trata-se dos crentes, que como cristãos tornam-se atualmente anticristos em número cada vez maior, porque não atentam para as sérias palavras do Senhor Jesus: “Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas cousas que têm de suceder, e estar em pé na presença do Filho do homem. Luc. 21.36 “ O apóstolo João já analisou profeticamente há dois mil anos a atual situação:

“Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos anticristos têm surgido, pelo que conhecemos que é a última hora. Eles saíram de nosso meio, entretanto não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos“ I Joa. 2:18-19.

Se dissemos, que atualmente está sendo travada uma luta entre os poderes do inferno e os homens, entre o Espírito Santo e o espírito do anticristo, sendo que o interesse maior é a nossas almas!... Precisamos decidir de que lado estamos. Ou estamos com Cristo ou com o anticristo.

“ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de amar um e odiar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro...” Mat. 6:24.

O último sinal pelo qual cremos que o anticristo já esta em nosso meio, é: por causa da presença do número dos seus seguidores que tem aumentado assustadoramente nos últimos dias. O anticristo não poderá dominar o mundo sem o seu exército. E para isso, é necessário que antes que ele apareça, os seus seguidores estejam aguardando para alistar-se no seu exército. Este exército não poderia ser formado por cristãos que serão arrebatados, ou por pessoas com aspectos cristãos, mas, por apóstatas. “...porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição”. II Tes. 2:3. Jamais O Deus misericordioso, deixaria que uma pessoa sem o conhecimento da verdade, e que o ama, e deseja escapar da condenação eterna, seja engajado no exército do anticristo para a eterna perdição! Por isso, é necessário que primeiro venha a apostasia. E o Apóstolo Paulo, profetizou deste número de apóstatas para os nossos dias: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos, porque haverá homens...”

“... egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, = 6
ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, = 6
cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, antes amigos dos prazeres que amigos de Deus. = 6 TOTAL: 666.

Reconhecemos agora o caráter do anticristo. E sabemos que em II Tim. 3:1-4, Paulo enumerou as três vezes seis características dos cristãos de nome dos tempos finais, e no versículo 5 do mesmo capítulo ele diz qual é a característica geral desses homens:

“... tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela, destes afasta-te“.

Todas essas são características do anticristo, e muitos já agora tornaram-se anticristos. Se bem que uma vez se converteram, e depois se degeneraram e se transformaram em anticristos, porque perderam o amor à verdade. Estes seguirão o anticristo e combaterão contra o Cordeiro.

“Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis, vencerão os que estão com ele, Chamados, e Eleitos e Fiéis.” Apo. 17:14.

QUE DEUS VOS ABENÇOE!

Por: Pr. Salomão


www.amigosdebolso.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar e indicar o Apocalipse Now.