Seguidores

quarta-feira, 3 de julho de 2013

HAARP - Ataque Psíquico simultâneo em 18 meninas.

Na última Quarta-feira, ocorreu um fato inusitado em uma escola de meninas, de primeiro grau em Kamigori, província de Hyogo, no Japão. Nada menos  que 18 meninas foram hospitalizadas após terem sofrido, simultaneamente, uma intensa crise de pânico. As meninas começaram a transpirar, sentir tremores e uma enorme sensação de pavor. O evento, que durou cerca de uma hora, começou por volta de 11:45, quando uma das alunas comentou estar com “mau pressentimento”. A partir daí, houve uma espécie de reação em cadeia, que foi se intensificando e atingiu outras 17 meninas. As coisas ficaram ainda mais estranhas quando algumas pessoas  se referiram ao incidente como sendo um ataque psíquico.



Fonte: http://whofortedblog.com



HAARP e manipulação mental

Existem grandes possibilidades de que o evento ocorrido na escola do Japão possa ser resultado de teste de HAARP* em crianças,  como se fossem cobaias, para auferir a capacidade de controle mental sobre grupos.  São vários os fatos que formam o substrato de possibilidades. Senão, vejamos: Documentos da Força Aérea dos Estados Unidos revelaram a existência de um sistema de manipulação e destruição dos processos mentais humanos por meio da irradiação de freqüência oscilante de rádio (a matéria-prima do HAARP) sobre extensas áreas geográficas. O material mais impressionante sobre essa tecnologia procedia de textos escritos por Zbigniew Brzezinski (conselheiro de Segurança Nacional do presidente Carter) e por J.F. MacDonald (conselheiro científico do presidente Johnson e professor de geofísica na UCLA -Universidade da Califórnia), sobre o uso de transmissões de irradiações de energia em operações de guerra geofísica e ambiental. Os documentos mostraram como esses efeitos podem ser provocados e os efeitos negativos na saúde e no raciocínio humanos.

As possibilidades da HAARP causar manipulação e destruição mental são muito preocupantes. Mais de 40 páginas  com dúzias de notas de rodapé, relatam o trabalho de professores da Universidade de Harvard, de projetistas militares e cientistas planejando e testando essa utilização da tecnologia eletromagnética. Um dos trabalhos que descrevia essa utilização era proveniente da Cruz Vermelha Internacional de Genebra e fornecia até as variações de freqüência em que esses efeitos poderiam ocorrer - as mesmas variações que o HAARP tem capacidade de irradiar.  O geofísico Gordon J .E. MacDonald - especialista em questões relacionadas à guerra - diz que batidas eletrônicas precisamente ritmadas e artificialmente ativadas poderiam levar a um padrão de oscilações que produz níveis relativamente altos de energia sobre certas regiões da Terra... Dessa maneira, seria possível desenvolver um sistema que prejudicaria seriamente o desempenho cerebral de populações muito grandes em regiões selecionadas em um período prolongado de tempo... Em 1966, MacDonald era membro da Comissão Consultiva Científica da Presidência da República e mais tarde foi membro do Conselho da Qualidade Ambiental da Presidência. Ele publicou trabalhos sobre o uso de tecnologias de controle ambiental para fins militares. O comentário mais importante feito por ele na qualidade de geofísico foi: A chave para as operações de guerra geofísica e a identificação de instabilidades ambientais nas quais a adição de pequena quantidade de energia liberaria quantidades muito maiores de energia."

Continue esta leitura aqui: http://olharparaofim.blogspot.com.br





www.amigosdebolso.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar e indicar o Apocalipse Now.