Seguidores

quarta-feira, 17 de julho de 2013

HAARP encerra atividades. Será o fim dos terremotos e tsunamis?

O HAARP (sigla para Programa de Pesquisa da Aurora Ativa de Alta Frequência, em português) não existe mais. O coordenador do mesmo, Dr. James Keeney, declarou que a instalação que ocupava 14 hectares em Gakona, no Alaska, encerrou suas atividades desde o começo de maio.

O problema foi dinheiro, mais precisamente a falta dele. As instalações estão fechadas, as estradas de acesso bloqueadas, os edifícios trancados e a eletricidade desligada. Até o site foi retirado do ar. Tudo deve permanecer assim por pelo menos mais 4 a 6 semanas, quando espera-se que um novo empreiteiro tenha sido encontrado para assumir o contrato de operação das instalações.

O HAARP já havia anunciado seu fechamento há 2 anos por problemas financeiros, mas ninguém deu importância.

A única luz no fim do túnel é que a DARPA (Agência de Pesquisa de Projetos de Defesa Avançada) tem 8,8 milhões de dólares de orçamento para sua pesquisa sobre aspectos físicos de fenômenos naturais como sub-tempestades na magnetosfera, fogo, raios e fenônemos geofísicos.

O que tornou a HAARP mais conhecida mundo afora foi seu sistema com 180 antenas usado para “agitar” partes da ionosfera. Outros equipamentos eram utilizadas para avaliar os efeitos.

Essas antenas geraram infinitas páginas internet afora, culpando a HAARP em teorias da conspiração tão sem fundamento científico quanto criativas. Ela seria culpada por furacões, tsunamis e até mesmo a eleição do Marcos Feliciano.

Por enquanto a HAARP pertence à Força Aérea Norte-Americana, mas se nada for feito, tudo vai ser demolido, segundo Keeney. Segundo ele é mais barato por abaixo as antenas do que substituir tudo.

Resta agora teorizar sobre os Illuminati, o ET de Varginha e o Chupacabra.

Fonte: ARRL

Leia mais aqui: http://meiobit.com










www.amigosdebolso.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar e indicar o Apocalipse Now.